domingo, julho 05, 2015

Rua José Augusto de Carvalho

Rua José Augusto de Carvalho – Rua das Flores- Rua da Páia
(Paulo Rainério Brasilino)

Entrando a esquerda, depois da Rua Pedro Pereira de Souza, estamos na Rua das Flores, que recebeu esse sugestivo nome porque ali funcionava a zona do baixo meretrício, em outras palavras o cabaré.

Era a rua onde se encontrava “muitas flores” que enfeitavam a vida dos homens boêmios de Misericórdia. A rua ganhou o apelido de Rua da Paia, talvez porque as mulheres que residiam faziam literalmente, a “paia avuar” ou simplesmente porque essa era uma rua periférica, ou uma rua sem valor.

Este era o “randevul” da pequena comunidade, foi quando elas decidiram ou foram convidadas a sair dali e se instalaram na Rua João Firmino Gomes – Rua da Várzea- o ponto mais central, onde umas poucas “meretrizes” ainda fazem o comércio do seu corpo. Era o famoso Baixo-Meretrício, local onde algumas prostitutas, erroneamente chamadas de “mulheres de vida fácil” ganhavam o seu sustento. A mulher que foi a chefe do primeiro “Rói” da vila, era conhecida como Maria da Cota.

Como uma coisa puxa a outra, veio funcionar nesta rua a Cadeia Pública, numa casa de número 214, pertencente a Josué Pedrosa. Antes a carceragem era um casarão pertencente a Manoel Inácio, onde atualmente, está localizada a Casa Franciscana, cuja diretora é nossa conterrânea Anália Martins, na praça frei Martins.
Hoje a rua leva o nome de José Augusto de Carvalho, cidadão que, como, muitos, que aqui chegaram vieram da cidade de Princesa Izabel. José Augusto de Carvalho, chamado de “Pai Gusto”, durante muito tempo foi escrivão de Polícia em Itaporanga e funcionário publico.

José Augusto nasceu no primeiro dia de setembro do ano de 1900 e faleceu em 20 de janeiro de 1975, seu corpo foi enterrado no cemitério local. Ele era casado com Hermínia Leite Augusto, Létra, como era chamada pelos sobrinhos, mas era mais conhecida como Mocinha e até havia uma canção que dizia: “são essas mocinhas lindas borboletas, dizem os rapazes, letra, letra, letra”. Ficou viúvo em 02 de outubro de 1968.

Zé Augusto, por perseguição política foi transferido para Boi Velho, atual Ouro Velho, de lá para Coxixola e foi ai que Maroquinha, que estava em a Hermínia (letra), conheceu José Procópio (Josa), com quem casou e teve uma filha, Mariza. O mesmo, de Coxixola, foi transferido para Camalaú, e de lá voltou para Itaporanga onde foi Secretário da Prefeitura Municipal nos governos de: Sebastião Rodrigues, Abrão Diniz, Francisco Clementino, Sinval Mendonça, Adailton Teódulo e parte do Governo Sinval Pinto.

Zé Augusto era autodidata, um homem altamente inteligente e “batia” máquina datilográfica como ninguém, redigia uma ata com muita perícia. Seu filho, Antônio Augusto de Carvalho (Tatão), que estudou em João Pessoa, até o segundo ano ginasial tinha a mesma habilidade que o pai e foi o eterno Escrivão de Polícia de Itaporanga; sua segunda filha Maria Aci Pinto, casada com Gonzaga Pinto, estudou em Itaporanga e era mulher dinâmica e uma senhora dona de casa criando e educando todos os seus filhos com dignidade peculiar da família Guimarães.

José Augusto era Pai de Carlos Augusto de Carvalho (Carlito), José Augusto de Carvalho (Zé Pitaca).

Moradores ilustres desta rua: Agápio Sertão, João severo e sua mulher Chiquinha Severo, que agora em junho de 2015, completou 101 anos, gozando de muita saúde e em perfeita lucidez.

João Severo morava nesta rua e do outro lado mantinha um oficina, onde era artífice de trabalhos em couro, fazendo bolsas de futebol, sela e etc. só nunca exerceu a profissão de sapateiro; Siana (uma abreviatura de Senhora Ana, ou seja, Dona Ana), cuja profissão era fateira, ou seja, tratava o fato dos animais abatidos, um dos ofícios mais antigos de que se têm notícias no pequeno vilarejo; Chica Burrega, que canta no coral da Igreja Matriz e louro, o Pai de Chico de Louro (Chico Refrigeração).

Não que “Pai Gusto” não merecesse essa justa homenagem, já que ele veio e contribuiu para o desenvolvimento da comunidade, mas, a meu ver, deveriam ter escolhidos outras artérias e conservado um nome tão original e significativo: Ruas das flores.

Fonte: Livro “Se essa Rua Fosse Minha”


Se Essa Rua Fosse Minha

PENSE CULTURA
..........................................................................................
Se Essa Rua Fosse Minha
 (Reynollds Augusto Cabral)

Quem nunca “teve uma rua”?

A “nossa rua” foi o palco das nossas vidas, das nossas brincadeiras, das nossas felicidades e tristezas, que fazem parte das nossas construções íntimas.  Esses sentimentos – Felicidade e tristeza- são antagônicos, mas enriquecem as nossas experimentações, de espíritos imortais, rumo á evolução.

 Uma evolução constante que não pára, nos direcionando à plenitude do espírito. Não somos apenas essa personalidade, com esse CPF e Rg. Somos mais do que isso. Somos uma individualidade, que se é construída ao longo dos milênios e das existências. O esquecimento é temporário do passado, mas essencial.

O “Direito de Deus” não erra, não comporta emendas, pois é tão perfeito quanto “ele”, sendo, portanto o  seu legislador, o administrador e julgador de tudo, mas não como imaginamos.

 A vida é causalidade e não casualidade, por isso tudo “está certo”. Espero que tenha entendido leitor. É preciso ir além das letras.

Mas, quem esteve hoje me visitando foi o meu amigo, escritor, repórter, bloqueio e idealizador do FICA (Festival Itaporanguense de Cultura e Arte), Paulo Rainério. O “FICA” acontece sempre na segunda quinzena dos meses de novembro.   E têm artistas de todos os jeitos e gostos. Conversamos sobre amenidades e o parabenizei pela “gestação” de mais um filho.  Trata-se do seu  mais novo livro “SE ESSA RUA FOSSE MINHA”. O Lançamento aconteceu na Câmara de Vereadores da cidade de Itaporanga.

Depois de abrir o Centro Espírita, lugar de amor e sabedoria, em dia de “Calor Junino”, em que só estava eu e “os espíritos”, pois não tinha ninguém encarnado, fiz a minha prece de agradecimento e fui ao lançamento da obra.

Uma noite com apresentações artísticas, poemas e a participação emocionada da sua esposa e da sua filha, essa a sua jóia. Uma noite feliz!

Vou pedir permissão, de público, ao meu amigo Rainério, para que possa usar os textos a serem publicado no www.ontemehoje.itaporanga.net. Um lugar especial, que o meu amigo Ariosvaldo criou para que eu pudesse publicar “coisas” da nossa terra.

Isso é importante, não há nada “mais real” do que o mundo virtual. Parece até com a dimensão dos espíritos, aparente virtual, mas é mais real do que se pensa e com plena interação conosco. Um depende do outro. Só não vê quem não quer e pretende viver, apenas, à ilusão das coisas que passam. Daí a importância de buscar os aspectos espirituais da vida. Deixar para depois essas buscas é perder tempo, mas tempo é o que não nos falta. O corpo é mortal, mas o ser pensante, a individualidade que usa o corpo, que chamamos de espírito, é imortal. Temos tempo, mas é preciso não perder tempo para chegar mais rápido ao nosso objetivo supremo. Tempo perdido é sofrimento colhido.

Mas, quero parabenizar o escritor, que adiantou não ter sido possível tratar de todas as ruas da nossa cidade e só o fez nas principais.  Terá outros livros com o mesmo objeto.

Esse é um livro para ser “degustado” devagarinho, apreciando o sabor. Vou pedir permissão para começar a lê-lo iniciando pela Rua JOSÉ AUGUSTO DE CARVALHO, a antiga rua das flores. Nome do meu bisavô, que fez muito por Itaporanga, mas que veio da cidade de Princesa Isabel fazer sua vida aqui, o nosso inesquecível “PAI GUSTO”.

Minhas noites agora ficarão encantadoras, vou viajar sem sair do lugar, na nossa história de vida. Quem não tem história, não tem vida.

“Todos nós temos uma rua.”


PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO

sexta-feira, julho 03, 2015

Cícero11406827_834899789928018_2411387759258193102_n
PENSE NISSO ! MAS PENSE AGORA MESMO
..........................................................................................
A Vida É Bela, Mas é Curta.
(Reynollds Augusto)
Por mais que tentemos não conseguiremos jamais saber o dia da morte do nosso corpo, instrumento do espírito em franco processo de evolução. Se algum espírito “sabido” te disser algo em torno disso, desconfie. Do “lado de lá” tem muitos desses, que aproveitam para potencializar a credulidade dos desavisados.
Deus, só Deus, a causa, sabe. Pois um dos seus atributos é a onisciência e por isso sabe do passado, presente e futuro. Mas, não diz nem interfere, pois já instituiu leis naturais que regulam as nossas vidas. É por isso que vivemos no mundo da causalidade e tudo que nos acontece não é castigo ou sorte, é reação. Nada de colocar culpa na vida ou nos outros pelos desencantos, que a sua imaturidade promove.
Mas, uma coisa é certa: estamos morrendo a cada dia. Cada dia, cada hora, cada segundo, a energia vital se esvai e é por isso que não devemos nos distrair muito no caminho, pois logo-logo chega a nossa vez. Tem gente que “morre” antes. Gasta essa energia irresponsavelmente com drogas e tudo mais.
Essa expressão, que esta no frontispício desse artigo, dando-lhe título, mostra uma verdade indiscutível: a vida física é bela, mas é curta. É bela em todos os sentidos, porque por mais que passemos por dificuldades elas são instrumentos para a evolução do espírito e é preciso aproveitar mais e se distrair menos.
Quem a postou, no seu face, foi o meu irmão CÍCERO OLINTO, que desencarnou apressadamente. Uma grande coincidência, mas uma profunda verdade.
Ontem eu fui, como sempre, ao Centro Espírita Sareiros do Bem estar com Jesus. O faço religiosamente e não me deixo distrair. Todas as quintas em Itaporanga e quartas em Boa Ventura estarei presente, nem que chova canivete. Se você não estipula metas espirituais para a sua vida, a vida social te distrai e você perde o carro da evolução e ficamos com o secundário , que ilude, engana e desvia.
Foi por isso que Jesus disse: “Aquele que preservar até o fim será salvo”. É preciso decodificar a palavra salvo, pois ela quer dizer que atingiremos o nosso fim mais rápido.
Discutimos morte, vida, felicidade, buscas, lei de causa e efeito. Sentimos a falta do meu irmão CÍCERO, que sempre “na dele” era um filósofo. Mandamos as nossas vibrações para o seu reequilíbrio, pois morrer ,quase que de súbito, causa certa perturbação momentânea.
Mas tudo passa como disse o grande Chico Xavier.
Nós concluímos as reflexões com outra expressão retirada do seu perfil:
Existem lembranças
Que não vou apagar.
Pessoas que não vou esquecer
Há aromas que eu vou levar
Silêncios que prefiro calar.
Bem á cara do Cícero.
Até logo amigo, o reencontro é certo.
PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
www.pensenisso.itaporanga.net

segunda-feira, junho 29, 2015

Do Face


    Feed de Notícias

    PENSE NISSO! MAS PENSE DIREITO
    ..............................................................................
    As leis , na sua significação mais extensa, são as relações necessárias que derivam da natureza das coisas; e, neste sentido, todos os seres possuem suas leis: a divindade possui leis, o mundo material possui leis, as inteligências superiores ao homem possuem lei, o homem possui suas leis.
    Aqueles que disserem que uma fatalidade cega produziu todos os efeitos que nós vemos no mundo afirmaram um grande absurdo...
    ( Do livro o Espírito Das Leis - Montesquiel, pag25)
    • Reynollds Augusto
      Escreva um comentário...
    (Reynollds Augusto)
    O passado faz parte do presente, movimentando a vida e estabilizando o mundo íntimo. Tem gente que não gosta de lembrar-se do passado, é uma grande bobagem. Com a lembrança acontecem dois fenômenos: Um, mensuramos os equívocos que cometemos, pois faz parte, para não mais errar; e o outro, bem mais interessante, é reviver os momentos felizes, enraizados no psiquismo espiritual, que nem a morte do corpo físico aplaca.
    Lembrar-se dos pais, da infância querida, dos amigos, dos colegas, da nossa vida pontual, que é um livro próprio, com suas dores e alegrias, nesse mundo , segundo os imortais, de “provas e expiações”. Cada um tem a vida que merece e passa pelo que tem que passar, pois não há sorte e nem acasos na vida e tudo é reação. É claro que teremos que prestar contas de tudo , quando a morte do corpo físico chegar, pois não somos donos de nada. Somos administradores.
    Hoje eu estava lembrando-me dos velhos folguedos do passado, do Campestre Esporte Clube, palco de grandes artistas como, Luiz Gonzaga, Flávio José, Marinês, Jorge de Altinho, os três do nordeste, o trio nordestino... Muitos desses já partiram para o mundo espiritual, a nossa próxima parada, queiramos ou não.
    Hoje, com as festas de rua, os encontros nos sodalícios se acabaram. Lembro-me que meu Tio Carlito comprava, dois meses antes, uma mesa para festejar com a família, sob pena de não ter onde sentar. Lembro-me, também, que certa feita, me abestalhei, e fique no centro, á frente do palco, para ver Elba Ramalho cantar e quase fui esmagado. Fui esperto, subi o palco, que sempre foi baixo e entrei no camarim. Peguei as suas bailarinas peladas, se vestindo.
    - QUEM É ESSE MENINO?!
    Escapei. Para nunca mais.
    Na festa de São Pedro de Itaporanga pouca gente se diverte. É muita gente. Só os jovens, para quem tudo está bom de todo jeito e até eles estão reclamando. Fui convidado pela família de minha esposa para passar a última noite de São Pedro na “Vila Cachoeirinha”, cidade de Ibiara. Eu vou te contar um segredo, espero que você não espalhe. NÃO PERCO MAIS.
    Festa boa, banda boa, povo bom, felicidade real e o mais importante: dava para dançar á vontade. Segurança dez. Duas viaturas da polícia militar circulando. Para acompanhar a alegria e o “fogo” da minha amada, tive que tomar uma dose. Mas só foi uma mesmo. Besta é quem tem toma uma, duas, dez... e todas, para depois ficar doente, prejudicando o “templo do Espírito” que é instrumento de aperfeiçoamento. Esses perdem a festa e ás vezes até o corpo, pela imaturidade.
    Mas foi uma festa familiar com amigos e parentes da região. Forte mesmo é a tia da minha esposa ACINDINA, que veio lá das bandas da cidade de Custódia, Pernambuco, para dançar forró. A mulher já passa dos oitenta anos e é forte e dura como ninguém. Chegar a essa idade com tal lucidez e firmeza é nobre. O Espírito, que não envelhece, nem se dá conta de que o seu “soma” está partido,
    Mas, o São Pedro de “Cachoerinha “ganhou um forrozeiro e um divulgador.
    Não espalhe leitor.
    PENSE NISSO! MAS PENSE AGORA MESMO
    www.pensenisso.itaporanga.net
     
    Reynollds Augusto compartilhou a foto de Sitonho Barreiro.
    21 h · 
    Porque Itaporanga é a mais linda!
    Vista aérea Cristo Rei
    Foto(Mauri Neto) ‪#‎CristoRei‬ ‪#‎Itaporangapb‬
    • Reynollds Augusto
      Escreva um comentário...
    É FÁCIL SER CRISTÃO!
    PRESTE ATENÇÃO MEU IRMÃO
    ......................................................................................
    Mateus 26.52:
    Embainha a tua espada ,porque os que lançam mão da espada, á espada morrerão
     — com Sociedade Espirita Chico Xavier.
    • Reynollds Augusto
      Escreva um comentário...

    Feed de Notícias

    É FÁCIL SER CRISTÃO!
    PRESTE ATENÇÃO MEU IRMÃO
    ......................................................................................
    1º João 4:16
    "Deus é amor , e quem está em amor, está em Deus e Deus nele.
     — comSociedade Espirita Chico Xavier.
    • Reynollds Augusto
      Escreva um comentário...
    Reynollds Augusto compartilhou o vídeo de Saulo Brandao.
    22 h · 
    ITAPORANGA-PARAÍBA-BRASIL- O MELHOR FORRÓ DO MUNDO
    Saulo Brandao carregou um novo vídeo.
    Momento único. Itaporanga meu amor.....
    É FÁCIL SER CRISTÃO!
    PRESTE A ATENÇÃO MEU IRMÃO
    ..............................................................................................
    MATEUS 6: 19
    " Não ajunteis tesouros na Terra, mas ajuntai para vós tesouros no céu "
     — com Sociedade Espirita Chico Xavier.
    É FÁCIL DANÇAR FORRÓ
    É só se deixar levar.
    Ele bota a tristeza pra lá
    ...........................................................................
    "Cabra" munito!...
    Ver mais

    Feed de Notícias

    É FÁCIL DANÇAR FORRÓ
    É só se deixar levar.
    Ele bota a tristeza pra lá
    ...........................................................................
    É FÁCIL DANÇAR FORRÓ
    É só se deixar levar.
    Ele bota a tristeza pra lá
    ...........................................................................
    É FÁCIL SER CRISTÃO!
    PRESTE A ATENÇÃO MEU IRMÃO
    É o famoso "bla,blá, blá
    ..............................................................................................
    MATEUS 6:7 ...
    Ver mais
     — com Sociedade Espirita Chico Xavier.
    • Reynollds Augusto
      Escreva um comentário...
    É FÁCIL SER CRISTÃO!
    PRESTE A ATENÇÃO MEU IRMÃO
    Essa a regra de ouro
    ..............................................................................................
    MATEUS 7:12 ...
    Ver mais
     — com Sociedade Espirita Chico Xavier.
    • Reynollds Augusto
      Escreva um comentário...

    Feed de Notícias

    É FÁCIL SER CRISTÃO!
    PRESTE A ATENÇÃO MEU IRMÃO
    ..............................................................................................
    MATEUS 7: 6
    " Não deis aos cães as coisas santas e nem ao porcos as vossa perolas"
     — com Sociedade Espirita Chico Xavier.
    É FÁCIL SER CRISTÃO!
    PRESTE A ATENÇÃO MEU IRMÃO
    ..............................................................................................
    MATEUS 6:33
    "Buscai primeiramente o reino de Deus e a sua justiça e todas as outras coisas vos serão acrescidas"
     — com Sociedade Espirita Chico Xavier.
    Porque forró na VILA CACHOEIRINHA É BEM MELHOR!
     — com Lia Carvalho.
Na Rádio COMUNITÁRIA BOA NOVA FM DE ITAPORANGA-PB www.boanovafmpb.net/